Pesquisar este blog

terça-feira, 30 de agosto de 2016

CONSCIENTIZAÇÃO OU ACUSAÇÃO?
“Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo” (1 Pedro 5:8,9).
O inimigo das nossas almas, o diabo, anda procurando a menor brecha para perturbar a nossa vida, ele não pode tomar conta do nosso corpo, mas tenta, a todo custo, colocar setas malignas de dúvida, angústia, medo, ódio, orgulho, prepotência, sentimento de que se é maior e melhor do que o outro, enfim, tudo quanto não presta, sentimentos que só reduzem a nossa humanidade ao irracional. Por isso, devemos ter todo o cuidado para “não entrar na dele”.
A Palavra de Deus diz que o justo cai, mas Deus o levanta. Diz ainda que aquele que confessa e deixa o pecado alcança misericórdia, diz ainda mais que se nossos pecados forem vermelhos como a escarlata eles, ao serem confessados e deixados para trás, se tornarão brancos como a neve. É preciso conhecer a Palavra de Deus e o Deus a quem servimos, pois Ele é perdoador, bondoso, misericordioso, eleva os que se humilham em sua presença, e nos faz triunfar na nossa caminhada rumo ao céu. Aleluia!
A questão que lancei no título desta mensagem é algo muito sério. E há uma grande diferença entre conscientizar e acusar, porque quem conscientiza é o ESPÍRITO SANTO que nos mostra o pecado. No processo de santificação ocorre isso constantemente, lembram de Isaías quando estava buscando a face do Senhor no templo e como ele se sentiu na presença de Deus? Ele se conscientizou de quem era: um pobre pecador. O interessante é que essa conscientização o levou a pedir perdão dos seus pecados e, em seguida, após o perdão que lhe foi concedido, ele já se entrega ao Senhor e à sua obra (Isaías 6).
O ESPÍRITO SANTO quando nos conscientiza, Ele nos leva a retornar, a voltar ao caminho do Senhor, a sair do caminho do erro e do pecado; Ele nos leva a pedir perdão a quem ofendemos e perdoar a quem nos ofendeu; a deixar o pecado que tão de perto nos rodeia. Após esta conscientização, confissão e arrependimento, o Senhor nos coloca imediatamente de volta à sua obra, de volta a fazer parte da linha de frente na batalha em prol do Evangelho, em prol do Reino de Deus; e sentimos imensamente necessidade de ganharmos almas para Cristo. Voltamos a nos envolver na obra, a nos engajarmos nos projetos da igreja; sentimos uma vontade imensa de orar, de ler a Palavra, de nos consagrarmos, de nos santificarmos; voltamos a buscar com zelo os dons do Espírito Santo.
A CONSCIENTIZAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO na nossa vida nos conduz em triunfo e transforma a nossa mente. E quando isso ocorre, todo o nosso ser é transformado: os nossos olhos, a nossa boca e o nosso corpo se desviam de pecar. O Senhor nos torna mais prudentes no falar, no olhar, no agir, no vestir. Há uma transformação para melhor. A esperança surge em nossa vida, aleluia!
A ACUSAÇÃO É TOTALMENTE DIFERENTE, é o inverso da conscientização, PORQUE QUEM ACUSA É O DIABO, que quer ver a tua derrota, a tua queda; que quer te ver distante dos caminhos santos e benditos do Senhor, o diabo quer ver você fora da igreja, sem comunhão com os irmãos, quer te deixar sempre magoado com todos, que te fazer uma pessoa murmuradora e queixosa. Portanto, cuidado, se você está em pecado – e você sabe quando você está ferindo a santidade de Deus, porque pecado é tudo aquilo que fere a santidade de Deus.
Tenha cuidado para não ouvir o conselho errado do diabo que te acusa e diz que não tem mais jeito para você; que não há esperança. Se for esse sentimento de desesperança, de fracasso, de medo, que está vindo a tua mente, rejeite-o, em nome de Jesus, pois o diabo veio roubar, matar e destruir. Resista ao diabo e ele fugirá de vós. Corra aos pés da cruz e peça perdão ao Senhor que tem todo poder para perdoar pecados; volte-se para Deus, busque-o em sua Palavra, busque a sua face em oração, jejue por sua vida e Deus vai te dar vitória. “Enquanto me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado e a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. Porque todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas a ele não chegarão” (Salmo 32:3-6).

Obrigada, Pai, por esta palavra que colocaste no meu coração e me levaste a repassá-la à igreja. Ore comigo: ajuda-me, Pai, a confessar e deixar todo e qualquer pecado, ajude-me a pedir perdão a quem ofendi e a perdoar a quem me ofendeu, em nome de Jesus, amém!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

ACESSANDO O CÉU POR MEIO DA ORAÇÃO

ACESSANDO O CÉU POR MEIO DA ORAÇÃO
“Havia em Cesareia um homem chamado Cornélio [...] piedoso e temente a Deus com toda a sua casa, e que fazia muitas esmolas ao povo e de contínuo orava a Deus. Este viu claramente numa visão, cerca das três da tarde, um anjo de Deus que entrava onde ele estava, e dizia: Cornélio. [...] Tuas orações e tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.” (Atos 10:1-4).

A oração é o canal de comunicação entre o crente e o trono da glória de Deus. É o meio de acessar o céu. Por meio da oração, Deus ouve a voz do crente em Cristo e, sem sombra de dúvida, Ele a responde conforme a Sua vontade. A oração é, portanto, uma ferramenta espiritual.
Existem ferramentas que não são espirituais, mas que podem e devem servir para o engrandecimento do Reino de Deus. O mundo atual tem tido um grande avanço tecnológico e novas mídias têm surgido numa grande rapidez. Essas mídias e os sites de relacionamento são bastante úteis, como: blogs, e-mails, facebook, watsap, enfim, as mídias digitais de uma forma geral são proveitosas quando usadas com sabedoria. O watsap e o facebook  são ferramentas muito interessantes que nos possibilitam entrar em contato com nossos amigos, familiares, irmãos da igreja e outros em tempo real. É maravilhoso tudo isso!
Contudo, há a necessidade de um equilíbrio entre acessar essas mídias e acessar o céu através da oração. O tempo gasto exageradamente para acessar os sites de relacionamento, ou as mídias digitais, em detrimento da leitura da Bíblia, da oração e do jejum, pode surtir efeito contrário e até provocar discórdias, contendas, inimizades. É preciso vigiar e ter equilíbrio. Vamos fazer um teste? Anote o tempo que você gasta acessando as mídias digitais e o tempo que aproveita acessando o canal do céu pela oração. Quando tiver o resultado da diferença entre as horas gastas nesses acessos, faça uma reflexão e opte pelo que é mais saudável para a sua vida. Amém?!
De uma coisa tenho certeza: o acesso ao céu por meio da oração produz fortalecimento entre Deus e seus filhos; produz paz de espírito, gozo, alegria, comunhão e intimidade com Deus. A oração é tão importante que o nosso Mestre, Senhor e Salvador Jesus, em seu ministério terrestre, antes de qualquer ação, Ele buscava o Pai em oração: “Aconteceu que, naqueles dias, Ele (Jesus) saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite inteira em oração a Deus. E quando amanheceu, convocou seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais chamou de apóstolos” (Lucas 6:12). Oração com o propósito de engrandecimento do Reino de Deus.
A igreja de Antioquia sabia do poder da oração e por isso jejuou e orou para escolher seus missionários; um deles foi o apóstolo Paulo (Atos 13:1-5), que, em menos de 10 anos, plantou igrejas em quatro províncias do Império Romano (Galácia, Macedônia, Acaia e Ásia proconsular).
No texto áureo, que inicia este artigo, encontramos Cornélio orando continuamente e o céu foi acessado; como resultado, Deus enviou um anjo dando-lhe instruções para convidar Pedro para pregar aos gentios e isto redundou na salvação destes, que foram cheios do Espírito Santo e falavam em línguas (At 10.44), pois “Deus não faz acepção de pessoas” (At 10:34). Por tudo isso, o apóstolo Paulo disse: “Orai sem cessar” (I Tes.5.17).
No entanto, para que o acesso ao céu seja realizado, faz-se necessário que o canal de comunicação esteja sem obstrução; a única coisa que impede as nossas orações de serem ouvidas por Deus é o pecado, portanto, confessemos e deixemos o pecado para que o canal esteja livre, aberto à presença do Todo-Poderoso. Acesse o céu, pela manhã, ao meio dia, às três da tarde, à meia noite, pela madrugada. Ore sem cessar!

Que o Espírito Santo, no qual fomos selados para o dia da redenção, nos ilumine e nos ajude a buscar mais intimidade com o Senhor da glória acessando o céu pela oração. Amém!

ACESSANDO O CÉU POR MEIO DA ORAÇÃO


“Havia em Cesareia um homem chamado Cornélio [...] piedoso e temente a Deus com toda a sua casa, e que fazia muitas esmolas ao povo e de contínuo orava a Deus. Este viu claramente numa visão, cerca das três da tarde, um anjo de Deus que entrava onde ele estava, e dizia: Cornélio. [...] Tuas orações e tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.” (Atos 10:1-4).

A oração é o canal de comunicação entre o crente e o trono da glória de Deus. É o meio de acessar o céu. Por meio da oração, Deus ouve a voz do crente em Cristo e, sem sombra de dúvida, Ele a responde conforme a Sua vontade. A oração é, portanto, uma ferramenta espiritual.
Existem ferramentas que não são espirituais, mas que podem e devem servir para o engrandecimento do Reino de Deus. O mundo atual tem tido um grande avanço tecnológico e novas mídias têm surgido numa grande rapidez. Essas mídias e os sites de relacionamento são bastante úteis, como: blogs, e-mails, facebook, watsap, enfim, as mídias digitais de uma forma geral são proveitosas quando usadas com sabedoria. O watsap e o facebook  são ferramentas muito interessantes que nos possibilitam entrar em contato com nossos amigos, familiares, irmãos da igreja e outros em tempo real. É maravilhoso tudo isso!
Contudo, há a necessidade de um equilíbrio entre acessar essas mídias e acessar o céu através da oração. O tempo gasto exageradamente para acessar os sites de relacionamento, ou as mídias digitais, em detrimento da leitura da Bíblia, da oração e do jejum, pode surtir efeito contrário e até provocar discórdias, contendas, inimizades. É preciso vigiar e ter equilíbrio. Vamos fazer um teste? Anote o tempo que você gasta acessando as mídias digitais e o tempo que aproveita acessando o canal do céu pela oração. Quando tiver o resultado da diferença entre as horas gastas nesses acessos, faça uma reflexão e opte pelo que é mais saudável para a sua vida. Amém?!
De uma coisa tenho certeza: o acesso ao céu por meio da oração produz fortalecimento entre Deus e seus filhos; produz paz de espírito, gozo, alegria, comunhão e intimidade com Deus. A oração é tão importante que o nosso Mestre, Senhor e Salvador Jesus, em seu ministério terrestre, antes de qualquer ação, Ele buscava o Pai em oração: “Aconteceu que, naqueles dias, Ele (Jesus) saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite inteira em oração a Deus. E quando amanheceu, convocou seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais chamou de apóstolos” (Lucas 6:12). Oração com o propósito de engrandecimento do Reino de Deus.
A igreja de Antioquia sabia do poder da oração e por isso jejuou e orou para escolher seus missionários; um deles foi o apóstolo Paulo (Atos 13:1-5), que, em menos de 10 anos, plantou igrejas em quatro províncias do Império Romano (Galácia, Macedônia, Acaia e Ásia proconsular).
No texto áureo, que inicia este artigo, encontramos Cornélio orando continuamente e o céu foi acessado; como resultado, Deus enviou um anjo dando-lhe instruções para convidar Pedro para pregar aos gentios e isto redundou na salvação destes, que foram cheios do Espírito Santo e falavam em línguas (At 10.44), pois “Deus não faz acepção de pessoas” (At 10:34). Por tudo isso, o apóstolo Paulo disse: “Orai sem cessar” (I Tes.5.17).
No entanto, para que o acesso ao céu seja realizado, faz-se necessário que o canal de comunicação esteja sem obstrução; a única coisa que impede as nossas orações de serem ouvidas por Deus é o pecado, portanto, confessemos e deixemos o pecado para que o canal esteja livre, aberto à presença do Todo-Poderoso. Acesse o céu, pela manhã, ao meio dia, às três da tarde, à meia noite, pela madrugada. Ore sem cessar!

Que o Espírito Santo, no qual fomos selados para o dia da redenção, nos ilumine e nos ajude a buscar mais intimidade com o Senhor da glória acessando o céu pela oração. Amém!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

POR QUE PRECISAMOS DA SALVAÇÃO DE CRISTO?



Os últimos acontecimentos ocorridos no Brasil e no mundo corroboram a urgência da pregação do evangelho de Cristo, pois multidões ainda não conhecem o porquê da necessidade da salvação em Cristo, e por isso não se arrependem dos seus pecados; consequentemente, muitos têm morrido sem ter a certeza da salvação.
O apóstolo Paulo escrevendo aos efésios, capítulo 2, apresenta dois momentos da vida humana: antes da salvação – pecador perdido, e depois da salvação – pecador redimido. Ele deixa claro que ninguém pode salvar-se a si mesmo, pois a salvação não depende do esforço humano, nem de suas obras, pois  a salvação é dada, exclusivamente, pala graça de Deus: "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem de obras, para que ninguém se glorie" Efésios 2.8-9. Deus nos amou e entregou seu Filho para morrer em nosso lugar. "E vos vivificou estando vós mortos em ofensas e pecados, em que, noutro tempo, andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência...." (Ef. 2.1-2).
Antes da salvação estávamos mortos como descreve o texto bíblico de efésios 2.1-2. Esta condição é comum a todos os homens porque todos nascem mortos espiritualmente, isto é, separados de Deus. Esta condição veio sobre todo o ser humano porque descendeu de Adão, representante da raça humana, o qual pecou quando desobedeceu à ordem divina, no Éden, e por isso foi castigado com a morte e esta passou a todos os homens. "Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram" (Romanos 5.12); "Porque o salário do pecado é a morte...." (Rom. 6.23). Ocorre que, se o homem morrer fisicamente nesta condição de pecador perdido, seu espírito, que está morto porque está separado de Deus pelo pecado, terá a morte eterna. O que fazer diante de tal constatação?
Deus tem a solução! "Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos) e nos ressuscitou juntamente com Ele..." (Efésios 2.5). "[...] vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças , a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. " (Colossenses 2.13-14). Para não morrer eternamente, há a necessidade de o espírito do homem ressuscitar e isto só é possível quando recebemos a salvação de Cristo, pela graça de Deus, o qual nos "vivificou" e nos "ressuscitou" com Cristo.
E, agora, ressuscitados seremos salvos e, quando a morte física acontecer, nosso espírito, que foi ressuscitado, viverá eternamente com Cristo no céu. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3.16).
Duas coisas, porém, são necessárias para receber a salvação de Cristo Jesus, o Senhor: arrependimento e fé. Arrepender-se é reconhecer-se pecador e, portanto, crer que somente o sacrifício vicário de Cristo por meio do seu sangue derramado na cruz do calvário é suficiente para justificação diante de Deus. No início do seu ministério, Jesus disse: "O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho" (Marcos 1.15).
Finalmente, disse Jesus: "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão" (João 5.24).
Portanto, caro leitor, não deixe esta mensagem passar por cima de sua cabeça, mas passe da condição de pecador perdido para a de pecador redimido; passe do pecado para a salvação pela graça. Receba a Cristo hoje!


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

2015 ano da bênção.


Este ano recebi uma bênção maravilhosa vinda da parte de Deus, que permitiu que minha filha desse à luz a minha linda netinha Amanda. Sou grata a Deus que ouviu a minha oração. Sempre tive sonhos em minha vida: sonhava em ver minha filha vestida de branco se casando e depois ver o nascimento de minha netinha. Graças a Deus que me concedeu estes dois sonhos. Sonho ainda com a cura do meu filho Rodrigo e creio que Deus ainda vai me conceder este sonho.

Outro sonho foi fazer o mestrado e em 2014 Deus me deu a bênção de concluir meu mestrado. Meu Deus é fiel, quando Ele promete cumpre porque vela sobre a sua Palavra para a cumprir.

Obrigada Senhor por todas as bênçãos! Que venha 2016 com mais ainda. Amém.


                                                      João Pessoa, 12 de outubro de 2015

Aproveitando para comemorar o Dia das Crianças posto uma foto de quando meus filhos eram pequenos e de minha querida mãe que ainda estava entre nós.


sábado, 28 de junho de 2014

CANARINHO

         CANARINHO

BRASIL, BRASIL, BRASIL
BRASIL, BRASIL, BRASIL!
Se você contou,
6 vezes você falou
Então, cante HEXA!
10 pés na BRAZUCA
na certeza do GOL
10 na camisa um canto de amor
1 mão na BRAZUCA
Na defesa da COR
O VERDE esperança
Invadindo o torcedor
Então, cante HEXA!
O GOL já pintou de verde e amarelo

Os 200 milhões que explodem de amor.


























































































































































































































segunda-feira, 7 de abril de 2014

SAUDADE


    Se as águas do oceano
os meus olhos
ocupassem
 insuficientes seriam
para derramar o meu pranto
de saudade
pelos meus mortos:
Um filhoesperado:Rodolfo,
Um pai cuidadoso: Virgínio,
Uma Mãe, linda, generosa: Candinha,
Um sobrinho inocente: Júnior,
 Um sogro amoroso: Carlos,
Uma sogra, austera: Carminha;
Dois cunhados protetores: Marcílio e Emília;
Amigos queridos.  Ah! Como é bom
 lembrar de vocês,
que souberam ser amigos
 de verdade: 
Vilson, Ronaldo, Adélio, Zélia Rodrigues....
e tantos outros.
Pessoas amadas,
aonde andas agora?
Deixaste-nos na solidão
 do caminho inexorável.
Quem sabe, um dia
nos veremos de novo.
SAUDADE.


"O SEGREDO É NÃO CORRER ATRÁS DAS BORBOLETAS... É CUIDAR DO JARDIM PARA QUE ELAS VENHAM ATÉ VOCÊ" (

"O SEGREDO É NÃO CORRER ATRÁS DAS BORBOLETAS... É CUIDAR DO JARDIM PARA QUE ELAS VENHAM ATÉ VOCÊ" (
Sorrir ainda é a melhor estratégia: devemos estar sempre com um sorriso nos lábios para contagiar nossos cursistas.

LEITURA OBRIGATÓRIA

  • - A Bíblia Sagrada
  • - O livro didático de Português: múltiplos olhares, org. por Dionísio e Bezerra
  • - O corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo;
  • - O Nome da Rosa
  • -Estética da Criação Verbal, de Mikhail Bakhtin;
  • - Gêneros orais e escritos na escola, org. por Schneuwly e Dolz;
  • - Foucault e Pêcheux na análise do discurso - diálogos e duelos, de Mária do Rosário Gregolin;
  • - Novas Tendências em Análise do Discurso, de Dominique Maingueneau;
  • - Alfabetização e Letramento, de Magda Soares;
  • - Hipertextos E_gêneros_Digitais, org. por Marcuschi e Xavier;
  • - Leitura: múltiplos olhares, org. por Carvalho e Lima;
  • - Teologia Sistemática, de Charles Hodge;

FILMES INTERESSANTES

- O Ilusionista
- Quem quer ser um milionário?
- Em nome de Deus
- As adagas voadoras
- Os narradores de Javé
- O leitor
- entre outros....

Sequência didática para o estudo com gêneros textuais segundo Schneuwly (2004).


1º - O PROFESSOR FAZ A APRESENTAÇÃO DA SITUAÇÃO:
1-Qual é o gênero que será abordado?
2-A quem se dirige a produção?
3-Que forma assumirá a produção?
4-Quem participará da produção?

2º O ALUNO É INCENTIVADO A PRODUZIR SEU TEXTO

PRODUÇÃO INICIAL

3º MÓDULOS (aqui o professor vai, juntamente com os alunos, trabalhar as dificuldades encontradas pelos alunos no momento da produção; podem ser vários módulos)

1-O gênero escolhido está de acordo com a finalidade?
2-O texto é coerente e coeso?
3-Os meios de linguagem são eficazes para o gênero escolhido?

4º Após o processo de reescritura, o aluno estará pronto para a sua produção final.

PRODUÇÃO FINAL

RENÚNCIA

RENÚNCIA
A CRUZ